Você está aqui: Capa / Política / Senador apresenta projeto para dar opções ao agricultor no recolhimento do Funrural
Senador apresenta projeto para dar opções ao agricultor no recolhimento do Funrural

Senador apresenta projeto para dar opções ao agricultor no recolhimento do Funrural

O senador Alvaro Dias apresentou projeto de lei para garantir a possibilidade de escolha por parte do agricultor pelo recolhimento da contribuição para a seguridade social (Funrural), que poderá incidir sobre a receita bruta proveniente da comercialização da sua produção ou sobre a folha de salários.

No mês passado, o STF reconheceu a constitucionalidade do Funrural incidente sobre a receita bruta obtida com a comercialização. A decisão do STF vale para quase 15 mil processos que estão tramitando nas instâncias inferiores, o que desagradou boa parte dos agricultores.

“O mosaico que constitui o tecido econômico do agronegócio é muito diversificado e tratar todos com uma regra única decididamente não é a modelagem mais adequada. Para os agricultores que têm menor renda e mais funcionários, a tributação sobre a receita pode ser mais interessante que a tributação da folha. Entretanto, para aqueles que mesmo com menor número de funcionários conseguem produção elevada, a incidência sobre a receita é um péssimo negócio. Com a decisão do STF, muitos estão preocupados com o passivo que poderá gerar, pois deixaram de recolher nos últimos 5 anos e agora, com a incidência sobre o faturamento, a conta para uma parcela dos agricultores poderá ser salgada. Possivelmente o mais interessante para o setor do agronegócio seja dar aos agricultores a possibilidade de escolha”, disse o senador Alvaro Dias na justificativa.

O senador disse ainda que é fundamental que seja conferido ao setor agrícola total condição para continuar prosperando, “visto que a prosperidade do agronegócio significa a prosperidade das famílias, das cidades, Estados e do Brasil”.

Leia a íntegra do projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Subir ao Topo