Você está aqui: Capa / Política / “A grande aliança dos políticos deve ser com a sociedade”, disse senador em palestra
“A grande aliança dos políticos deve ser com a sociedade”, disse senador em palestra

“A grande aliança dos políticos deve ser com a sociedade”, disse senador em palestra

Em palestra sobre a conjuntura política, na noite desta segunda-feira (16/5), em Brasília, o senador Alvaro Dias disse que o Congresso deve ir ao encontro das aspirações populares, e rejeitar a política de balcão de negócios, que corrompe a política. “É um escárnio dizer que é impossível governar o Brasil sem o toma-lá-dá-cá. A enorme coalizão articulada pelo ex-presidente Lula deu no que deu. Os brasileiros estão exigindo seriedade e responsabilidade.  A grande aliança dos políticos deve ser com a sociedade”, destacou.

O senador também fez, para uma grande plateia de representantes da sociedade civil, um retrospecto das denúncias feitas por ele envolvendo a Petrobras e o BNDES para mostrar que, apesar dos alertas desde 2005, nenhuma providência foi adotada pelos governos do PT: “Protocolamos 19 representações na PGR mostrando os desvios da Petrobras. Alertamos há mais de uma década sobre os empréstimos bilionários do BNDES para ditaduras corruptas mundo a fora. E Lula disse ao Juiz Sérgio Moro que não sabia de nada, subestimando a inteligência e a memória das pessoas. Infeliz da Nação que não tem uma oposição atuante, e infeliz do governo que fecha os olhos para a corrupção”.

Respondendo a questionamentos do público, o senador também defendeu uma solução urgente para a dívida pública que tem impedido o crescimento da economia brasileira e a aprovação urgente da PEC de sua autoria que acaba com o foro privilegiado: “A operação Lava Jato trouxe nitidez a esse debate. Se não acabarmos com o foro, a Lava Jato vai terminar com o gosto amargo da impunidade para as autoridades protegidas por esse guarda-chuva de privilégios. Acabar com o foro é uma exigência da sociedade para que os envolvidos em irregularidades sejam responsabilizados civil e criminalmente”.

Alvaro Dias disse ainda que, com anos de roubo ao País, a recuperação do Brasil deve ser lenta, mas que é preciso acreditar na força da pressão popular: “O rombo foi grande, mas temos que apostar em uma solução, porque o País saiu da passividade e está mudando, indo às ruas, se manifestando nas redes sociais. E nas eleições de 2018, a grande pergunta aos candidatos deve ser: ‘onde o senhor estava quando o Brasil estava sendo assaltado? ’. Porque não adianta só o discurso de marketing, ou a declaração de que não é político. Eu sou político e isso não é desonra. Desonra é ser ladrão e mentiroso”, disse o senador, que recebeu um diploma de homenagem da maçonaria. “Tivemos aqui hoje uma aula de cidadania. O senador Alvaro Dias deu o diagnóstico e o remédio. O que mostra que ele não está preocupado com as próximas eleições, mas com as próximas gerações”, disse Lucas Galdeano.

10 comentários

  1. Bom dia senhor Senador.

    Sou simpatizante das ideias do PSDB, vejo no senhor e em alguns outros membros do PSDB honestidade, os tenho como figuras capazes de conduzir este gigante chamado Brasil e tomar das mãos dos larápios e falastrões o seu comando, mas, antecipo meu pedido de perdão, para registrar minha indignação quanto ao fato do PSDB ainda continuar dando apoio ao Presidente Temer e pior, por permitir sem o menor pudor, que membros do partido continuem como ocupantes de pastas ministeriais deste atual governo, temos que considerar a seguinte primícia, “ME DIGA COM QUEM TU ANDAS, QUE DIREI QUEM TU ÉS” ou ainda, “PASSARINHO QUE VOA COM MORCEGO ACABA DORMINDO DE PONTA CABEÇA” .

    Creio senhor Senador, que ao não nos posicionarmos contrário a uma ação e ainda, pelo fato de caminharmos de mãos dadas com seus pensadores, estamos indiretamente declarando que somos totalmente a favor das suas ideias e ações, reconhecendo suposta competência e duvidosa honestidade, no caso em tela, observo a gravação envolvendo o senhor presidente da República e um dos sócios da JBS.

    Senhor Senador, este governo é uma continuidade do governo do PT, tanto que, eleito pela mesma chapa, seu objetivo é dar proteção e acobertar as ilicitudes praticadas.

    Peço ao senhor, que cogite o fim do apoio do partido ao governo Temer e a renuncia de todo membro do partido que esteja ocupando cargo de confiança deste governo irresponsável e usurpador.

    Quanto ao senador Aécio, político este que já foi detentor do meu respeito e admiração, o partido deve expulsá-lo.

    Considero estas duas ideias com um lampejo de honestidade que servirá como fio condutor para que os eleitores voltem a ter o PSDB como um partido composto por ideais de honestidade, transparência e interesse por um pais realmente melhor.

    Abraços.

    Antonio Alves.

  2. José Mainheriche

    Nobre Senador Álvaro Dias achamos que chegou a hora de Vossa Excelência ser o protagonista desse País. Pedimos que ofereça seu nome para comandar o Brasil é tirá-lo das mãos dessa quadrilha que tomado de assalto o Brasil. Conte com nosso apoio
    Abraço.

  3. Não deixe essa reforma previdenciaria maldita ser feita Sr. Alvaro Dias ,isso é escravizar o povo. Tu será o nosso próximo Presidente da república.

  4. Esta palestra do dia 16 de maio foi na Grande Loja Maçônica do Distrito Federal

  5. Darcy Ferreira de Araújo

    Cidadãos de bem perfilam e comungam objetivos claros alinhados à livre e espontânea condição de se manifestarem a favor de um Brasil digno de uma nação honrada, livre.

Subir ao Topo