Você está aqui: Capa / Política / Senador tenta evitar manobras para que PEC do foro seja votada hoje em segundo turno
Senador tenta evitar manobras para que PEC do foro seja votada hoje em segundo turno

Senador tenta evitar manobras para que PEC do foro seja votada hoje em segundo turno

Na reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) desta quarta-feira (10/5), o senador Alvaro Dias fez um apelo para que o senador Roberto Rocha retire a emenda que sugere a criação de varas especializadas para o julgamento de autoridades, e, com isso, atrase a votação, em segundo turno, prevista para hoje, da PEC que acaba com o foro privilegiado: “Além de eu não concordar com a criação de varas – que significam a transferência do privilégio – a discussão de emendas já foi superada. No segundo turno, de acordo com o Regimento Interno, só podem ser aceitas emendas de redação que não alterem o mérito da proposta. Há clareza solar em relação a isso. O senador Roberto Rocha, portanto, seria digno do aplauso popular se abrisse mão da emenda, já que o fim do foro é uma exigência da sociedade”, disse o senador.

Roberto Rocha, que não teve a emenda aceita pelo presidente do Senado, mas recorreu à CCJ, disse que vai consultar o plenário na sessão de hoje, e que, se houver concordância em relação à retirada, ele aceitará ser voto vencido. Para Alvaro Dias, que é autor da PEC do fim do foro, não é possível mais aceitar manobras protelatórias. “Temos que liquidar esse assunto A população está atenta. Votar essa PEC é fundamental para que o Congresso seja respeitado. Por que jornalistas, médicos e trabalhadores rurais podem ser julgados pela primeira instância, e nós, políticos, não podemos? Por que nos países desenvolvidos não existe foro privilegiado? Vamos votar hoje essa PEC, e depois pressionar a Câmara dos Deputados para que seja rápida e não altere a proposta”, destacou Alvaro Dias.

4 comentários

  1. Sou a favor do fim do foro privilegiado.

    • Lucia, bom dia e muito obrigado pela sua participação. Estou trabalhando para que este absurdo do foro privilegiado seja excluído da nossa Constituição. Forte abraço

  2. Defendo o fim do foro privilegiado para políticos. A justiça deve ser igualmente aplicada a todos!

Subir ao Topo