Você está aqui: Capa / Política / “Temer devia pedir desculpas à Nação e renunciar imediatamente”, declara Alvaro Dias
“Temer devia pedir desculpas à Nação e renunciar imediatamente”, declara Alvaro Dias

“Temer devia pedir desculpas à Nação e renunciar imediatamente”, declara Alvaro Dias

É hora da renúncia do presidente Michel Temer. Foi o que declarou o senador Alvaro Dias na sessão plenária desta quinta-feira (18). Para o senador, esta seria a solução seria menos traumática para a população brasileira do que a instauração de novo processo de impeachment.

“Não é agradável, mas é necessário reiterar um apelo ao Presidente Temer: é hora da renúncia. Seria o gesto menos traumático para a população brasileira. Se não houver o gesto da renúncia, com o pedido de perdão ao povo deste País, é irrecusável a instauração de um processo de impeachment, que é, sem dúvida, doloroso. Inaugura-se novo calvário com um novo processo de impeachment, traumático, diante das aspirações do nosso povo”, disse o senador.

Outra saída, segundo o senador Alvaro Dias, seria o rápido julgamento da ação que cassa a chapa Dilma-Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral e posteriormente pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo o senador, o Brasil vive “uma tragédia moral” porque providências não foram adotadas em seu devido tempo.

“Por que estamos vivendo esta tragédia moral e política no País? Por que colocamos a população brasileira nesse cenário de revolta inusitada? Porque as providências não foram adotadas. Me recordo de ter passado sequer uma semana, desde 2005, sem vir a esta tribuna para apontar desvios, para denunciar equívocos. Quantas vezes fomos a CPIs, requerimentos de informação, pedidos de auditorias, ações junto ao Supremo Tribunal Federal, representações na Procuradoria-Geral da República. Foi a banalização da corrupção o maior desserviço que se prestou ao povo brasileiro nos últimos anos. A impunidade prevalecendo estimulou a corrupção e alargou as suas consequências. Quantas vezes denunciamos! Infeliz a nação que tem um governo cego diante da realidade dos fatos”, lamentou Alvaro Dias.

7 comentários

  1. Estimado Senador,
    saudações de Frankfurt e confesso que a cada nôvo dia fico mais e mais perplexa ao constatar a capacidade de corrupção de determinados politicos! Meu cérebro já não consegue alcançar o nível de tamanha energia pervertida daquêles que por muitos anos estiveram ao comando da nação brasileira! Até quando Senador? Até quando?? Será que existirá espaço penitenciário suficiente para todos êsses delinquentes? Vejo hoje um país totalmente a deriva e sem perspectivas futuras! Espero que êsse tormento sem fim um dia chegue a um fim justo e moralmente sustentável!
    Receba um respeituoso abraço e tenha a certeza que continuo acompanhando sua trajetória com a esperança de poder dizer talvez um dia:
    OBRIGADO SENHOR PRESIDENTE POR TIRAR O BRASIL DA LAMA!!

  2. Estimado Senador,
    saudações de Frankfurt e confesso que a cada nôvo dia fico mais e mais perplexa ao constatar a capacidade de corrupção de determinados politicos! Minha cérebro já não consegue alcançar o nível de tamanha energia pervertida daquêles que por muitos anos estiveram ao comando da nação brasileira! Até quando Senador? Até quando?? Será que existirá espaço penitenciário suficiente para todos êsses delinquentes? Vejo hoje um país totalmente a deriva e sem perspectivas fufuras! Espero que êsse tormento sem fim um dia chegue a um fim justo e moralmente sustentável!
    Receba um respeituoso abraço e tenha a certeza que continuo acompanhando sua trajetória com a esperança de poder dizer talvez um dia:
    OBRIGADO SENHOR PRESIDENTE POR TIRAR O BRASIL DA LAMA!!

  3. Paulo Sergio Paulino

    BOM DIA, É UMA VERGONHA UM PRESIDENTE ACEITAR CERTAS COISAR E NÃO DENUNCIAR, ELE PRÓPRIO É A MAIS PURA VERGONHA PARA O PAÍS QUE ACEITA ESSAS COISAS.

  4. Seria candidato à presidência? Talvez sua candidatura fosse uma boa solução.

  5. Momento BRASIL

    Atravessamos um período de crise. Sim, de crise existencial enquanto Nação.
    Um país assolado por dirigentes que praticam todos os tipos de crimes, apenas visando o seu bem-estar não pode se furtar de reexaminar-se, de modificar o sistema vigente. Passamos tempos discutindo se os mortadelas ou os coxinhas estavam certos ou errados, a depender de que lado se está, mas esquecemos que, invariavelmente estamos apoiando políticos especializados em dificultar a nossa vida.
    Veja você, que enquanto apoia seu “político de estimação”, eles estão legislando e dificultando a sua vida. São 784 normas criadas por dia, uma a cada dois minutos.
    Desde 1988, a data da promulgação da Constituição, já são 4.875 milhões de normas, sendo apenas 309 mil delas para definir impostos e taxas que você tem a obrigação de pagar. Você sabia que há lei até para proibir você de abastecer seu carro sozinho em um posto de combustível?
    Pagamos em média 53,9% de impostos para cada R$ 100,00 em renda, mas não temos direito a serviços públicos de qualidade. Gastamos 2.600 horas por ano apenas para pagar estes impostos em dia; para abrir uma empresa, gastamos em média R$ 2.038,00 e levamos 119 dias para isso, enquanto em outros países como o Chile, por exemplo, é gratuito e leva um dia.
    Quando vemos o que acontece nas casas políticas ficamos estarrecidos. Um garçom ganha sete vezes mais que um professor; um motorista ganha o mesmo que um comandante de navio, dentre outros absurdos.
    Em um país onde a Constituição é desrespeitada, nada pode funcionar corretamente.
    A cobrança de impostos, que joga o país no buraco que se encontra, favorece apenas os governantes de plantão, que se locupletam com isso. Impostos absurdos estão em todo lugar. Veja sua conta de energia: sobre o valor de consumo, acrescem-se COFINS e ICMS, deixando sua conta mais cara. Além do imposto de renda, cuja tabela está defasada há tempos. Você paga imposto sobre tudo que consome, seja eles uma bala ou um veículo.
    Em relação às empresas brasileiras, o próprio Estado encarrega-se de não torna-las competitivas. A margem de lucro das mil maiores empresas brasileiras é de 3,47% em média. Com os impostos cobrados, estas mesmas empresas pagam 17,23% apenas em tributação direta. Há como ser empreendedor neste país?
    Logicamente que, uma vez que não tem margem de lucro alta e pagam altos impostos, dependem do financiamento governamental para sobreviverem, via BNDES e outros canais de fomentos, criando uma relação promíscua com o governante da vez.
    Veja que estas mesmas empresas citadas a pouco são responsáveis por 67% do crédito com juros subsidiados concedidos pelo governo.
    E você achando que Lula, Aécio, Temer, FHC e outros são inocentes…
    O trabalhador, inocentemente ou de má-fé mesmo, continua votando neste sistema, escolhendo o governante pela habilidade da oratória ou pela beleza física. Triste país.
    Ainda, fica contente quando o governo libera o saque do FGTS. Triste ver que a remuneração deste mesmo FGTS é abaixo da inflação, o que ocasiona perdas ao seu titular, o trabalhador. Mas, por ter possibilidade de sacar a grana, fica feliz e aplaude o governante “bondoso”.
    Isto é Brasil, um país que importa e exporta, em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) menos do que Cuba. O comércio exterior do Brasil equivale a 11,5% do PIB, enquanto em Cuba é 14% do PIB. Sofremos embargo de quem?
    Com as recentes delações do povo da JBS, da Odebrecht, vimos que este não é um país sério. Um Governo que possui 1/3 da empresa JBS (via BNDES) não pode se jactar-se de ser honesto e estar preocupado com seu povo.
    Ainda, para citarmos mais exemplos desta “nação” do futuro, vemos que, somados, todos os portos brasileiros movimentam menos cargas que o 8º porto mais movimentado da China, o porto de Dalian. Somos competitivos em que?
    Temos 97 vezes mais sindicatos do que na Inglaterra e 152 vezes mais do que na Argentina, nosso vizinho. São 15.315 sindicatos, que, juntos, arrecadam R$ 3,2 bilhões de impostos, equivalente a um dia do seu trabalho… E estamos contra uma reforma trabalhista. Vá entender o pensamento de um povo assim…
    Estamos brincando de sermos um país. Na verdade, estamos jogando videogame no modo hard e sem podermos salvar pra ver os erros que cometemos.
    Enquanto não mudarmos este sistema todo, seja ele político, tributário, sindical, enfim, uma faxina completa e que vise o cidadão, nada seremos enquanto nação. Continuaremos tirando os Collor, Dilmas, Aécios, Lulas e FHCs da vida para escolhermos outros nomes para as mesmas condições de falcatruas.
    Muda Brasil!

    Alan Galleazzo

    • Alan,
      Um detalhe: vc esqueceu de mencionar que os aposentados que vivem no exterior são ROUBADOS todos os mêses em 25% de desconto na fonte a título de impôsto de renda e sem direito a restituição pra continuar sustentando os vagabundos no Brasil!! Ou seja, após doze mêses de desconto o atual govêrno consegue se auto-reembolsar de mais de um mês de aposentadoria devida! É tudo tão sujo, tão corrupto, tão vergonhoso que não existem palavras no dicionário para definir êsses calhordas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Subir ao Topo