Alvaro Dias participa de encontro com empresários do ramo de comércio e serviços

0
329

O senador Alvaro Dias (Pode-PR), participou, esta terça-feira (14/08), do evento Diálogo com os candidatos à Presidência da República, promovido pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs), em Brasília. Composta por oito entidades, a Unecs reúne mais de 500 líderes e empresários destes setores.

Para um auditório lotado, o presidenciável do Podemos alertou sobre o risco de se fazer a escolha errada na eleição deste ano. “Estamos vivendo um momento dramático e, se não houver consciência, lucidez, poderemos assistir à reedição da tragédia”, assinalou. “O diagnóstico tem que ser pessimista. Se eu fizesse um diagnóstico otimista, vocês teriam direito de dizer que sou um descarado”.

“Quando vejo um empresário fazendo escolhas equivocadas, eu me pergunto: se chateou por ter trabalhado muito e está enojado, mas quer destruir a riqueza que construiu?”, questionou Alvaro Dias. “É um momento de lucidez porque se não vamos reeditar a tragédia que estamos vivendo”, acrescentou.

Ele defendeu a institucionalização da Operação Lava Jato como forma de acentuar o combate à corrupção. “Estamos em guerra contra a incompetência e contra o modelo corrupto de governo do balcão de negócios, do aparelhamento do Estado, de loteamento de cargos públicos, da relação promíscua entre os poderes. Nossa guerra é contra o sistema”, disparou o senador.

Questionado sobre o combate às drogas, o presidenciável disse que pretende criar uma frente latino-americana para combater a produção e o tráfico de drogas. O presidenciável elogiou o Sistema Único de Saúde (SUS), ressalvando, contudo, que o mesmo precisa ser melhor gerido. Alvaro Dias estabeleceu como prioridade ainda o investimento na educação da primeira infância. A jornalistas presentes no evento, Dias criticou o aumento de 16,38% a ministros do Supremo Tribunal Federal. “É um aumento descabido, especialmente neste momento”, ressaltou.