Ao abrir mão de privilégios, Alvaro Dias economizou R$ 778 mil em 2018

0
758

Em nome da transparência, como costuma fazer ao longo dos seus mandatos, o senador Alvaro Dias (Pode-PR) realiza a prestação de contas referente ao ano anterior. A economia total, em 2018, somou R$ 778.067,11.

O líder do Podemos no Senado abre mão de diversos privilégios. Ele não recebe o auxílio moradia de R$ 5.500 ao mês, que é concedido aos congressistas. No período, a economia referente a esta modalidade foi de R$ 66 mil.

Alvaro Dias renunciou ainda à verba indenizatória de R$ 15 mil destinada mensalmente aos parlamentares, o que no ano significou economia de R$ 180 mil. Também abriu mão da pensão vitalícia de ex-governador de R$ 30.471,00 mensais, a que tem direito há mais de 20 anos.

Com a renúncia à pensão, a economia para os cofres públicos totalizou R$ 365.652,00. Ainda em 2018, Alvaro Dias economizou R$ 166.415,11 a que teria direito para gastar, como parlamentar, com passagens aéreas.