Podemos promove no Senado seminário sobre reforma da Previdência

0
554

As bancadas do Podemos do Senado Federal e da Câmara dos Deputados promoveram um seminário, esta terça-feira (26/02), em Brasília, para esclarecer pontos da proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo federal.

“A reforma da Previdência, para alguns, é o próximo milagre para salvar a pátria e resolver todos os nossos problemas. Mas nem sempre o discurso de defesa da reforma da Previdência é acompanhado de propostas para outras reformas”, afirmou o senador Alvaro Dias (PR).

O líder do Podemos no Senado cita mudanças no sistema financeiro como uma das reformas importantes, além da Previdência, que o país deve implementar para recuperar o crescimento. “Ao meu ver, este é um dos mais graves desafios que o país terá que enfrentar, caso deseje retomar os caminhos do desenvolvimento econômico”, pontuou Alvaro Dias.

Durante o encontro, os parlamentares ouviram exposição do economista Gabriel Leal de Barros, diretor da Instituição Fiscal Independente do Senado. Ele destacou a alteração de alíquotas do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e o potencial de economia fiscal, que pode passar de R$ 1 trilhão nos próximos dez anos, entre os principais pontos da PEC 6/2019.

O economista assinalou, contudo, que a proposta do governo é complexa e que ainda há questões a serem esclarecidas. “São tantos detalhes que, mesmo lendo o texto original, ainda restam dúvidas. Por isso estamos buscando esclarecimentos junto ao governo para que todos os pontos sejam 100% esclarecidos”, comentou.

Barros ressalvou que não é possível apresentar um quadro completo da reforma da Previdência porque o governo não apresentou sua proposta no que diz respeito às Forças Armadas e aos militares. Segundo o economista, a Instituição Fiscal Independente do Senado deve apresentar relatório completo sobre o tema até a primeira quinzena de março.

Estiveram presentes no seminário os senadores Lasier Martins (RS), Oriovisto Guimarães (PR), Capitão Styvenson (RN), Romário (RJ) e Elmano Férrer (PI), a presidente nacional do Podemos, deputada Renata Abreu (SP), o líder do Podemos na Câmara, deputado José Nelto (GO), e os deputados Diego Garcia (PR), Roberto de Lucena (SP) e Igor Timo (MG).