O senador Alvaro Dias, após reunião com a bancada do Podemos e o grupo Muda Senado, Muda Brasil, nesta terça-feira (03/03), afirmou ter votos para manter os vetos do presidente Jair Bolsonaro que estão na pauta de votação do Congresso Nacional. O senador, Líder do Podemos, disse que os 22 integrantes do Muda Senado votarão desta forma, e que o número de apoiadores do veto pode chegar a 34.

Além desse grupo, senadores do MDB devem apoiar a manutenção do veto presidencial. Até mesmo políticos do PT tomariam essa atitude, de acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da minoria na Casa.

Para que os vetos sejam mantidos basta que menos de 41 senadores votem pela derrubada. Na Câmara, o clima é favorável à queda dos vetos, mas para que eles caiam é necessário maioria absoluta dos votos nas duas Casas. O Senado sozinho pode impedir a derrubada.

A disputa principal é em torno do veto do presidente Jair Bolsonaro ao Orçamento impositivo. O texto determina que cerca de R$ 30 bilhões teriam o destino decidido pela relator do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE). Dessa forma, tira muito poder do Executivo.

“Fizemos uma avaliação e chegamos a 34 votos no Senado. Hoje há notícias de que esse cenário foi ampliado”, afirmou Alvaro Dias.

Caso se confirme a expectativa do Muda Senado de 34 votos pela manutenção dos vetos, seria necessário que o quórum da sessão do Senado seja de no mínimo 75.

O governo estima que a presença de senadores na sessão não deve passar de 65, dado o histórico de votações do ano passado. Com quórum de 65, a manutenção seria garantida com 25 apoios.

Houve uma tentativa de deliberação desses vetos em 12 de fevereiro. A sessão, porém, foi interrompida por obstrução do senador Alvaro Dias, contrário à derrubada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, deixe seu nome aqui